Coisas que só acontecem comigo!

Duas senhoras de peso um tanto quanto avantajado estavam conversando do meu lado aqui no café enquanto eu tento trabalhar. Meu deus, que gritaria. Uma está querendo sair de casa porque o marido a maltrata, a outra dá conselhos.

Gorda problemática: Ai mais é uma dificuldades menina.

Gorda conselheira: Eu entendo! É uma soma de duas coisas que juntas dão três coisas difíceis.

Gorda problemática: Mas eu sofro amiga! Eu sofro!

Gorda conselheira: Meniiiina imagine quantas pessoas estão pior, nos hospitais, nas cadeias, e lá na africa quando os estados unidos bombardearam o afeganistão então, quantas pessoas tem pior lá?

Gorda problemática: Ai amiga o que eu faço da vida agora?

Gorda conselheira: Anima menina, vc é bonita! Emagreceu 40 kg já! (PQP)

Gorda problemática: Mas o que eu vou fazer da vida se sair de lá de casa?

Gorda conselheira: Amiga vc já é bem sucedida. Nós duas somos! Vc já comprou seu carro, tem seu Uno, eu tb, já tenho meu Corsa, tamos bem de vida! (juro que ouvi isso)

Gorda problemática: Você não passa os mesmos problemas que eu, vc não entende!

Gorda conselheira: Como não? O Eduardo não me deseja, diz que eu sou caída! Eu me olho no espelho e vejo que não é nada disso, vou pra frente, vc devia fazer o mesmo.

Sinceramente, decidi por o fone de ouvido e parar, porque isso aqui pode gerar um post de 2 km se eu continuar.

Tá foda disfarçar, botei rodar um filme aqui porque elas me olham rindo e eu to fazendo de conta que é o filme! Pqp viu. Hilário.

Eu só me fodo mesmo

Desde cedo estou ensaiando pra escrever o que aconteceu ontem, mas ainda não achei um jeito pra contar que pareça engraçado.

Contarei mesmo assim, foda-se.

Combinei com uns clientes, ontem, de fazer um treinamento. O treinamento seria depois do horário comercial, as 19h, portanto ninguém iria estar no escritório pra atrapalhar.

Óbvio, eu atrasei, como sempre! O cliente chegou antes e me ligou, pedi pra ele esperar na frente do escritório pois tava fechado e todo mundo já tinha ido embora.

Cheguei correndo, comprimentei todo mundo e fui pegando a chave pra abrir as coisas. Os clientes são bons, pagam bem, então tem que tratar os caras bem, entende? Até comprei uns doces, salgados, sucos, refrigerantes, tudo pra dar uma puxadela de saco básica.

Poizé… passei a chave, abri a porta e entrei com o cliente e ………. PUTA QUE ME PARIU VAI TOMAR NO MEU CU!

Sim, foi isso o que eu soltei na hora, depois de ver um funcionário com a calça arriada até o joelho, sem camisa, BATENDO PUNHETA e vendo um um filme pornô no PC.

Puta que pariu viu.

Sério, eu fiquei a manha toda pensando numa maneira de escrever isso de um modo que não parece mentira ou que fosse engraçado. Mas não deu. O constrangimento foi tamanho, o cliente não sabia onde enfiar a cara.

Isso tudo prova obviamente que eu sou um cara que discrimina os outros, fato óbvio que se fosse uma FUNCIONÁRIA batendo punheta eu não ligaria nem um pouco.